Foi-se o tempo que Santa Catarina era destino apenas de férias, hoje muitas pessoas escolheram o estado para viver. Um levantamento da consultoria Macroplan, divulgado em 2017, revelou que Santa Catarina é o segundo melhor Estado do país em qualidade de vida, atrás apenas de São Paulo. O Índice dos Desafios da Gestão Estadual (IDGE), desenvolvido pela consultoria, leva em conta 28 indicadores e utilizou dados de 2015.

Santa Catarina lidera em três temas: saúde, desenvolvimento econômico e social. O IDGE coloca o Estado um pouco acima do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Uma outra pesquisa mais recente, dessa vez do Projeto Focus realizada em 2018, feita pela Universidade Regional de Blumenau (Furb), revela que mais de 90% dos entrevistados consideram Florianópolis uma cidade boa ou ótima para se viver. Além disso, 58% afirmaram que não desejam morar em nenhum outro lugar. A qualidade de vida pode ser o fator que atrai tanta gente para morar na capital catarinense, este item foi aprovado por 74% dos entrevistados.

Referência de praias lindas, uma boa qualidade de vida e povo hospitaleiro, o estado tem se tornado o destino favorito de muitas pessoas. Com estações bem definidas, raramente sofre com falta de chuvas e a umidade relativa do ar normalmente está acima da média. Na região, o verão é quente com céu limpo, já o inverno pode contar com graus negativos e um vento gelado. A primavera é a época de dias quentinhos e no outono as noites são mais chuvosas.

Além de ser o sexto estado com o maior PIB (Produto Interno Bruto) do país, Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do Brasil. Segundo pesquisa do IBGE a taxa de desemprego referente ao terceiro trimestre de 2017 é de 6,7%, enquanto nos trimestres anteriores era de 7,5% e no primeiro, 7,9%, consecutivamente.Um estado apaixonante, um povo acolhedor e diversas opções de trabalho e lazer: Santa Catarina tem conquistado o coração e transformado a vida de moradores, turistas e pessoas do mundo todo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *